A ASAE instaurou 66 processos de contraordenação durante uma operação realizada no âmbito do evento comercial Black Friday, em novembro, em que foram fiscalizados 310 operadores económicos, com vendas online e lojas abertas ao público, anunciou hoje a Autoridade.

A ação da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) durou “cerca de uma semana” e teve como objetivo verificar o cumprimento das regras aplicáveis aos saldos e promoções, liquidações e reduções de preços nesta época.

Entre as principais infrações, a ASAE destacou, em comunicado, o desrespeito das regras do anúncio de venda com redução de preços, incumprimento das regras legais sobre promoções e relativas à afixação de preços.

“A ASAE tem estado e continuará a estar atenta a estes e outros fenómenos e não deixará de encetar diligências sempre que as considere necessárias”, lê-se no comunicado.