O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira alertou hoje que, associado à depressão Filomena, está previsto um "agravamento geral" do estado do tempo no arquipélago desde o inicio da próxima madrugada até ao final da tarde de sexta-feira.

Com base nas informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Proteção Civil prevê períodos de chuva ou aguaceiros que poderão ser temporariamente fortes, acompanhados de trovoada e queda de neve nos pontos mais altos da Madeira, o vento será em geral forte com rajadas de 75 quilómetros por hora nas regiões costeiras e em Porto Santo e de 110 quilómetros por hora nos extremos leste e oeste da ilha.

As ondas na costa norte e em Porto Santo serão de 4 a 5 metros com picos de 10 a 12 metros.

O período mais crítico será entre o fim da tarde de quinta-feira e o meio-dia de sexta-feira.

A Proteção Civil recomenda, assim, que se fechem portas e janelas e que se retirem objetos soltos nas varandas e peitorais das janelas.

Evitar viagens para zonas afetadas, não circular por zonas com prédios degradados, prestar atenção às estruturas metálicas e a obstrução de vias, adotar uma condução defensiva devido aos lençóis de água e garantir a desobstrução do sistema de escoamento de águas pluviais são outras das recomendações.

O IPMA emitiu assim alerta laranja para precipitação na costa norte da ilha da Madeira, entre as 03:00 e as 12:00 de quinta-feira e para a agitação marítima, entre as 21:00 de quinta-feira e as 06:00 de sexta-feira.

Nos restantes períodos de quinta-feira, a costa norte ficará com aviso amarelo para precipitação, agitação marítima e vento.

Para a costa sul foi lançado apenas o aviso amarelo.

No Porto Santo, foi lançado alerta laranja para a agitação marítima, entre as 21:00 de quinta-feira e as 06:00 de sexta-feira, e alerta amarelo para precipitação e vento.

/ HCL