A fase de instrução do processo Hells Angels ficou adiada sine die por despacho do juiz Carlos Alexandre. Esta terça-feira, a meio das diligências, o magistrado decidiu suspender as mesmas sem data para recomeçar. 

As sessões estavam a decorrer por videoconferência, depois dos advogados terem insistido para a falta de condições de segurança de saúde nas salas de audiência, agora, ao que a TVI apurou, o sistema informático Webex não funciona nas melhores condições no Tribunal de Monsanto, por isso o juiz decidiu suspender. 

Carlos Alexandre só volta a marcar novas datas quando a Assembleia da República apresentar as medidas sobre diligências e prazos judiciais. 

Esta terça-feira, a Ministra da Justiça já disse que essas medidas deverão ser conhecidas mais para o final de maio.

Inês Pereira