Uma guarda prisional morreu baleada, esta terça-feira, na carreira de tiro da cadeia de Paços de Ferreira, informou a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais em comunicado.

"Durante a ação de formação, um dos formadores presentes atingiu, inadvertidamente com um projétil no peito, uma guarda do Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo (feminino) que se encontrava a receber formação", pode ler-se na nota.

O INEM ainda foi ativado, mas o óbito da guarda foi declarado no local.

"De acordo com os trâmites legais, a GNR deslocou-se ao local e comunicou a ocorrência à Polícia Judiciária. Internamente estão igualmente em curso todas as diligências para apurar as causas deste acidente, tendo sido ordenada a abertura de inquérito a cargo do inspetor coordenador do Serviço de Auditoria e Inspeção (Norte) desta Direção Geral e que é magistrado do Ministério Público."

Segundo a Lusa, que cita fonte oficial do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), a vítima é uma guarda prisional na casa dos 30 anos e o alerta de socorro foi dado pelas 11:06, sendo que quando a equipa do INEM chegou ao local, a vítima “estava em paragem cardiorrespiratória”, tendo sido verificado o óbito às 12:28, após manobras de reanimação.

Ao local deslocou-se uma viatura médica de Penafiel e uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira.