Os três ex-seguranças da discoteca Urban Beach, em Lisboa, foram, nesta sexta-feira, condenados por homicídio na forma tentada.

O coletivo de juízes do Tribunal Central Criminal de Lisboa, presidido por Catarina Pires, condenou Pedro Inverno a cinco anos e seis meses de prisão efetiva, e João Ramalhete e David Jardim a cinco anos e quatro meses.

Veja também:

Os arguidos, com 31, 38 e 40 anos, ex-funcionários da empresa privada de segurança que à data dos factos prestava serviço na discoteca, estavam acusados pelo Ministério Público de homicídio qualificado na forma tentada, por agredirem dois homens com violência, em 1 de novembro de 2017, junto à discoteca Urban Beach, no Cais da Viscondessa.

Um dos arguidos encontrava-se em prisão preventiva ao abrigo do processo do grupo de motociclistas “Hells Angels”, enquanto os outros dois estavam em liberdade, mas com proibição de contactos com os ofendidos e coarguidos, e do exercício da atividade de segurança privada.