Portugal regista esta segunda-feira mais 365 casos e 25 mortes por covid-19, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde. Já foram registados 810.459 casos em Portugal, dos quais 16.565 resultaram em óbitos.

O número de doentes internados continua a descer, ainda que a uma velocidade menor que aquela verificada anteriormente. Estão hospitalizados 1.403 pacientes (menos 11 nas últimas 24 horas), dos quais 342 estão em unidades de cuidados intensivos (menos 12).

O número de novos casos é o mais baixo desde 7 de setembro, dia em que se registaram 249, e de mortes é o mais baixo desde 28 de outubro, dia em que morreram 24 pessoas.

Os dados indicam ainda que 779 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 732.346 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Há 36 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções.

Os casos ativos em Portugal continuam a registar uma diminuição, com 61.548 contabilizados, menos 439 desde domingo.

Desde março de 2020, Portugal já registou 16.565 mortes associadas à covid-19 e 810.459 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

As autoridades de saúde têm em vigilância 23.881 contactos, menos 1.632 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o dia 30 de janeiro.

De acordo com os últimos dados da Direção-Geral da Saúde, Portugal tem atualmente 1.033.100 pessoas vacinadas: 739.762 com a primeira dose e 293.338 com a segunda dose.

Das 25 mortes registadas nas últimas 24 horas, 16 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, seis na região Norte e quatro na região Centro.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 162 novas infeções, contabilizando-se até agora 306.938 casos e 6.961 mortes.

Segundo o boletim, a região de Lisboa e Vale do Tejo tem 44,3% dos casos registados nas últimas 24 horas e 60% das mortes, destacando-se das restantes regiões do país.

A região Norte tem 57 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 327.634 casos de infeção e 5.260 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 19 casos, acumulando-se 115.648 infeções e 2.951 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 31 casos, totalizando 28.659 infeções e 958 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 11 novos casos, somando 20.250 infeções e 344 mortos.

A Madeira registou 78 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 7.522 infeções e 63 mortes devido à covid-19.

Segundo o boletim da DGS, dos dados apresentados da RA da Madeira, 60 % dos casos teve um período entre o diagnóstico e notificação superior a 48 horas, decorrente de intercorrências informáticas de um laboratório na região e que se encontram em processo de regularização.

A região Autónoma dos Açores registou sete novos casos nas últimas 24 horas contabilizando um total de 3.808 casos de infeção e 28 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal, pelo menos, 366.742 homens e 443.448 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 269 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.679 eram homens e 7.886 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 10.958 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.499 com idades entre os 70 e os 79 anos e 1.461 tinham entre os 60 e os 69 anos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.593.872 mortos no mundo, resultantes de mais de 116,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

António Guimarães / com Lusa