Foi encontrada, esta quarta-feira, uma jovem seminua atrás de uns arbustos num jardim perto do Queimódromo do Porto.

Ao que a TVI conseguiu apurar junto da Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto, a jovem, de 20 anos, encontrava-se despida da cintura para baixo, embriagada e desorientada. 

Foi, desde logo, encaminhada para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos.

O alerta foi dado por volta das 07:00 horas, desta quarta-feira, por populares. 

No local, esteve uma equipa do INEM e da PSP do Porto. 

 A PSP do Porto disse à Lusa haver indícios de crime na jovem encontrada nua da cintura para baixo nas imediações do Queimódromo do Porto, versão refutada pela Polícia Judiciária.

No Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, foi verificada a possibilidade de ter sido violada, disse fonte policial.

Segundo a fonte da PSP, "há indícios de crime", salientando que essa perceção "resultou da observação feita à jovem", uma vez que "devido a estar alcoolizada não foi possível falar com ela e apurar as circunstâncias" que levaram a que fosse encontrada seminua.

Os dados recolhidos pela PSP, acrescentou a fonte, "foram enviados para a Polícia Judiciária".

Contactada a PJ, esta manteve a versão avançada cerca das 16:00, reiterando "não haver indícios de crime", sustentando a sua versão no facto de ter "conversado com a rapariga" e nas "conclusões apuradas após a verificação feita pelo hospital".

A PJ não confirmou se tinha recebido as informações do Comando Metropolitano da PSP do Porto.

O Queimódromo é o espaço aberto, com cerca de 45 mil metros quadrados, que acolhe os festejos noturnos da Queima das Fitas do Porto, situando-se junto à Estrada Interior da Circunvalação e ao Parque da Cidade.