O Tribunal de Beja decretou a prisão preventiva do homem detido pela GNR em Beja por suspeitas de tráfico de droga, numa operação em que foram apreendidas 660 doses de cocaína e 10 de haxixe, foi este sábado anunciado.

O homem, de 37 anos e com antecedentes criminais pelo crime de tráfico de droga, foi submetido, na sexta-feira, a interrogatório no Tribunal Judicial de Beja, que lhe decretou a medida de coação mais gravosa, refere a GNR em comunicado.

Segundo a GNR, o homem foi conduzido ao Estabelecimento Prisional de Beja, onde vai aguardar julgamento.

O homem tinha sido detido e outros dois, de 39 e 47 anos, tinham sido constituídos arguidos pela GNR na quinta-feira, em Beja, numa operação na sequência de uma investigação por tráfico de droga, que decorreu durante um ano.

No âmbito da investigação, a GNR apurou que o grupo se abastecia de droga em Espanha com o intuito de a vender no distrito de Beja.

Durante a operação, os militares da GNR deram cumprimento a 10 mandados de busca, cinco domiciliárias e cinco em veículos, que resultaram na apreensão da droga e de cinco veículos, sete munições de calibre nove milímetros, três telemóveis, um punhal e 45 euros em dinheiro.

A ação foi realizada por elementos dos núcleos de investigação criminal de Beja, Moura e Almodôvar, do Posto Territorial e do Destacamento de Intervenção de Beja da GNR, com o apoio da PSP.