Morreu um dos militares da GNR feridos na colisão com um carro-patrulha na A1, sabe a TVI.

O militar, de 27 anos, não resistiu à gravidade dos ferimentos, acabando por morrer, nesta quarta-feira, no hospital.

Um segundo militar, uma mulher, de 23 anos, encontra-se em estado muito crítico. A TVI sabe que a militar está em morte cerebral.

A colisão de um veículo ligeiro com o carro-patrulha ocorreu na terça-feira, no sentido Norte-Sul da A1, entre o nó de Torres Novas e a área de serviço de Santarém.

O acidente aconteceu ao quilómetro 85 da A1, pelas 11:36, quando a GNR estaria a sinalizar o local.

Outras três pessoas, que seguiam no ligeiro, ficaram feridas com gravidade.

Daniela Rodrigues