Um curto-circuito num instrumento na sala de eletrofisiologia cardíaca causou, nesta quarta-feira, um foco no incêndio no quinto piso do edifício do Hospital Santo António, no Porto, disse à Lusa fonte daquela unidade de saúde.

O alerta foi dado pelas 19:30 quando a combustão do fio do aparelho "recentemente adquirido pelo hospital fez surgir um fumo negro, tendo de pronto sido acionado o plano de emergência", acrescentou a fonte que revelou a "inexistência de feridos".

De seguida, continuou a fonte, foram retirados os pacientes internados em Cardiologia, no piso 6, que aguardaram "em segurança a intervenção dos bombeiros" antes de "voltarem a ser conduzidos aos quartos, onde já se encontram".

A intervenção dos bombeiros, disse, "foi dada por concluída às 21.00".

Segundo a página da Proteção Civil, o fogo foi combatido por 20 operacionais dos Sapadores do Porto, apoiados por cinco viaturas.

/ CM