Duas pessoas morreram na sequência de um despiste de um automóvel ligeiro contra uma habitação no centro do Porto, esta manhã, confirmou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) à TVI.

As vítimas são dois homens, o condutor e um peão que passava no local no momento do acidente, ambos com cerca de 60 anos.

O alerta para o despiste na rua Morgado Mateus, no Bonfim, foi recebido às 8:24

Segundo disse fonte dos Sapadores do Porto aos jornalistas no local, a viatura embateu com grande violência no edifício, projetando um peão para o seu interior. Esta vítima teve morte imediata, enquanto o condutor ainda foi assistido no local, acabando por não resistir à gravidade dos ferimentos.

Para o local foram mobilizados operacionais dos Bombeiros Sapadores, dos Voluntários do Porto e de Pedrouços, além do INEM e da PSP.

A Proteção Civil Municipal também foi acionada, uma vez que o edifício sofreu bastantes danos ao nível do rés do chão e não se encontra em condições de habitabilidade.

No primeiro andar vivia uma moradora de 90 anos, que não sofreu ferimentos e que vai ser levada para casa de um familiar.

A casa, “muito antiga e em pedra” não corre risco de ruir, adiantou o comandante do batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto, Carlos Marques.

Ao que a TVI conseguiu apurar no local, o condutor, proprietário de uma farmácia, ter-se-à sentido mal enquanto estacionava o carro numa garagem. O comandante do batalhão de Sapadores Bombeiros avançou ainda que "não existem vestígios de travagem". 

A circulação na rua Morgado Mateus vai manter-se cortada até à limpeza da via.

Por apurar estão, ainda, as causas do acidente, mas, segundo os Sapadores, não há marcas de travagem na via.