A GNR de Lagoa, no Algarve, deteve na segunda-feira, em flagrante delito, um homem por violência doméstica contra a companheira, ao qual foi apreendida uma arma indocumentada, anunciou esta terça-feira a força de segurança.

O detido tem 50 anos, a vítima é sua companheira, de 60 anos, e a detenção foi feita na sequência de uma denúncia que deu conta de uma “situação de violência doméstica, com recurso a arma de fogo”, contextualizou o Comando Territorial de Faro da GNR num comunicado.

Já no local, os militares da GNR “detetaram um revólver, sem qualquer documentação, que foi apreendido, bem como duas munições”, referiu a mesma fonte.

Foi possível apurar ainda que o agressor ameaçava de forma reiterada a vítima, sua companheira de 60 anos, causando-lhe medo e inquietação”, sublinhou a GNR, acrescentando que o detido vai ser esta terça-feira presente no tribunal de Portimão para ser submetido a primeiro interrogatório judicial e conhecer as eventuais medidas de coação a que fica sujeito.

Agência Lusa / JGR