Morreu a copiloto espanhola de 21 anos que tinha ficado ferida com gravidade num acidente no Rali Vidreiro 2020, que começou este sábado as provas oficiais na Marinha Grande, confirmou a TVI junto de fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria.

Segundo a mesma fonte, o alerta para o acidente entre veículos da prova foi dado pelas 10:00, obrigando a acionar o helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). 

O helicóptero aterrou a 200 metros do local pelas 11:00 para transportar a co-piloto para o hospital, mas acabou por levantar um quarto de hora depois sem efetuar o transporte porque o óbito da jovem foi declarado entretanto.

Comunicado oficial: Acidente no Rali Vidreiro vítima Laura Salvo

Laura Salvo, co-piloto espanhola, de 21 anos, faleceu...

Publicado por Rali Vidreiro 2020 em  Sábado, 10 de outubro de 2020

O piloto da viatura que se despistou sofreu apenas ferimentos ligeiros e foi transportado para o Hospital de Leiria, bem como outros dois pilotos que minutos antes se tinham despistado exatamente no mesmo local onde ocorreu o acidente com a vítima mortal. Ambas as viaturas colidiram com a mesma árvore após despiste.

O acidente aconteceu a cerca de 600 metros do ponto de partida da prova, disse à TVI24 fonte do CDOS.

Para o local foram mobilizadas oito viaturas, 27 operacionais e um meio aéreo do INEM.

As provas de qualificação do Rali Vidreiro Centro de Portugal, 6.ª prova do Campeonato de Portugal de Ralis, realizaram-se esta sexta-feira, iniciando-se hoje a prova oficial, que teve partida no Parque da Cerca, no concelho da Marinha Grande, distrito de Leiria.

/ BC - atualizada às 12:20