O boletim diário da Direção-Geral de Saúde afirma que há mais 2.323  infetados com covid-19 e oito novas mortes nas últimas 24 horas.

Desde sábado, mais 40 pessoas foram internadas em enfermaria (são agora 672, no total) e mais nove estão em Unidades de Cuidados Intensivos - número que ascende este domingo aos 153 internados.

Segundo o boletim epidemiológico da DGS, a maioria das novas infeções foi registada na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 1.058, e o país regista um total de 45.302 casos ativos.

As oito mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram sobretudo na região de Lisboa e Vale do Tejo, com seis, e as regiões do Algarve e do Alentejo, cada um com um óbito, elevando o número de óbitos atribuídos à pandemia para um total de 17.156, dos quais 9.010 relativos a homens e 8.146 a mulheres. A faixa etária em que se regista maior número de mortos é a de maiores de 80 anos, seguida dos 70-79.

Desses oito óbitos hoje anunciados, três enquadram-se na faixa etária entre os 60 e 69 anos, dois na faixa etária dos 70-79, enquanto os restantes três estão no grupo de mais de 80 anos.

De acordo com a autoridade de saúde, recuperaram da infeção nas últimas 24 horas mais 1.019 pessoas, o que aumenta para 845.516 o número de recuperados desde o início da pandemia.

O número de contactos em vigilância está nos 73.762, na sequência de 1.127 pessoas terem passado, nas últimas 24 horas, a integrar este grupo.

Desde o início da pandemia no país, contam-se 907.974 casos acumulados.

A região de Lisboa e Vale do Tejo contabiliza desde então 354.229 casos de infeção, seguida de perto pelo Norte (353.402), refere a DGS.

No Centro já foram notificados 124.588 casos, no Alentejo 31.790, no Algarve 27.342, na Madeira 10.073 e nos Açores 6.550.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação disponibilizada no boletim da DGS.

Segundo os dados disponibilizados na página da DGS relativos a sexta-feira, existem agora 9.625.694 doses de vacinas administradas, 5.915.601 referentes à primeira dose e 3.710.093 à segunda.

A meta de ter 70% da população adulta vacinada contra a covid-19 com pelo menos uma dose foi atingida na sexta-feira.

Portugal regista uma taxa de incidência de infeções por 100 mil habitantes de 280,5 ao nível do continente e de 271,2 a nível nacional, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) do vírus está a 1,18 a nível nacional (1,19 ao nível do continente).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.028.446 mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 186,3 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, uma cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.