A informação foi avançada pela família da jovem através da conta de Instagram da mesma. De acordo com a publicação, a jovem terá morrido pouco depois das 14:00.

É com grande tristeza que hoje, dia 11 de julho pouco depois das 14h, a nossa querida Constança nos deixou", pode ler-se na conta de Instagram.

Constança Braddell tinha 24 anos e tinha dado entrada nos cuidados intensivos, em "estado muito grave", no passado dia 3 de julho. O prognóstico era muito reservado após a jovem ter sofrido várias complicações de saúde.

A família agradece a todos os que se juntaram à causa da Constança e a "ajudaram a celebrar a vida".

É graças a todos e cada um de vós que ela viveu os mais extraordinários últimos meses da sua vida feliz e esperançosa", lê-se na publicação.

Constança ficou conhecida depois de um forte apelo nas redes sociais para que as autoridades de saúde portuguesas aprovassem o medicamento Kaftrio/Trikafta, que trata fibrose quística, uma condição genética que está associada a problemas pulmonares e nutricionais.

O Infarmed aprovou o pedido de autorização especial para que Constança Braddell e outros 13 doentes que sofrem de fibrose quística tenham acesso ao medicamento Kaftrio, que provou ser eficaz a prolongar a qualidade e a esperança média de vida destes pacientes.