Um banhista com cerca de 30 anos morreu, este sábado, no Hospital de Aveiro, depois de ter sido retirado do mar, numa praia não vigiada do concelho da Costa Nova, Ílhavo, já em paragem cardiorrespiratória, segundo fonte da Polícia Marítima.

Três outros banhistas, que também ficaram em dificuldades, saíram do mar pelos seus próprios meios, contou, entretanto, fonte do Comando dos Bombeiros de Ílhavo.

Segundo um comunicado da Autoridade Marítima Nacional, o alerta para a situação foi dado às 13:38, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, “a informar que se encontrava um homem em dificuldades numa praia não vigiada”.

A vítima "foi resgatada da água, já inconsciente, pelos nadadores-salvadores, que iniciaram de imediato as manobras de reanimação".

"As manobras de reanimação foram depois continuadas pelos elementos do INEM, que conseguiram chegar ao local com o apoio de uma viatura todo-o-terreno da Polícia Marítima, uma vez que o acidente ocorreu numa zona onde a ambulância não conseguia chegar por falta de acesso”, indicou, ainda, a AMN.

/ CM