Um incêndio na zona industrial de Castelo de Paiva, distrito de Aveiro, que consumiu um pavilhão, onde laboram várias empresas, tendo obrigado à retirada de trabalhadores e moradores, foi dado como dominado às 22 horas.

No entanto, devido à dimensão “muito grande” do fogo, os trabalhos de rescaldo irão ser “demorados” e deverão durar toda a noite, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

O alerta foi recebido às 18:40 e no local estão, à meia-noite, mais de 160 operacionais, auxiliados por cerca de 50 viaturas.

O pavilhão encontrava-se, ao início da noite, "totalmente tomado pelas chamas", indicou a fonte do CDOS, causando danos materiais avultados.

Os trabalhadores que ali se encontravam foram retirados, alguns moradores também, mas não há feridos a registar.

O incêndio começou numa fábrica de calçado que labora naquele pavilhão, onde mais cinco empresas têm as suas instalações, no âmbito do Centro de Apoio à Criação de Empresas (CACE) do Vale do Sousa.

Catarina Machado Francisco David Ferreira . / notícia atualizada às 00:08