A Polícia Judiciária deteve esta terça-feira dois homens pelo homicídio de Fernando Conde, o eletricista de Guimarães, que tinha várias discotecas no Norte do país.

O crime, ocorrido a 8 de janeiro de 2020, deu-se na praia fluvial de Briteiros, nas Caldas das Taipas. Foi para esse local que os suspeitos terão atraído a vítima, agredindo-a e atirando o corpo para o rio Ave.

O cadáver de Fernando Conde, de 61 anos, seria encontrado 14 dias depois, a 22 de janeiro, no canal fluvial do Parque da Ínsua, em São Cláudio de Barco, Guimarães.

Acreditam as autoridades que a vítima terá furtado um cofre de um dos suspeitos, que, por vingança, terá acabado por cometer o crime de homicídio.

Os dois suspeitos, com 40 e 70 anos de idade, aguardam agora as medidas de coação.