As autoridades do Peru detiveram, na terça-feira, um cidadão português e um brasileiro na posse de 157 quilos de cocaína, com elevado grau de pureza. A detenção foi feita num apartamento no quarto andar do condomínio Los Pinos de Plata, na cidade de Piura, no âmbito de uma operação chamada "Caso Trombas". 

De acordo com o jornal peruano El ComercioGonçalo Gabriel Simões Mateus, de 37 anos, e Leonel Do Nascimento Costa, de 35, foram apanhados em flagrante delito, na sala do apartamento, com 13 caixas de cartão com um total de 150 embalagens de cocaína no interior. Tinham todas a forma de um tijolo e estava embrulhadas com fita castanha e verde.

A Polícia Nacional do Peru apreendeu ainda dinheiro (800 dólares e 125 euros), quatro telemóveis e vários materiais para dividir e transportar a droga. 

Segundo o Jornal da Notícias (JN), Gonçalo é natural de Coimbra e é conhecido no meio criminal por "Doutor", por ter, alegadamente, uma licenciatura. Tem antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime e chegou a cumprir pena num estabelecimento prisional em Lisboa. 

O agora detido já tinha sido investigado pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Polícia Judiciária, por pertencer a um grupo de tráfico de cocaína, cujo líder era brasileiro e vivia em Pombal, Leiria. 

Cláudia Évora