Seis pessoas foram detidas na sexta-feira numa operação policial em Oeiras, quatro por condução sem habilitação legal, uma por falsificação de matrícula e outra por furto qualificado, informou hoje a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP detalhou que a operação decorreu entre as 14:00 e as 20:00 de sexta-feira nas zonas de Algés, Estrada Marginal e Praia de Santo Amaro, “com vista à deteção de grupos de risco que se desloquem para as praias do concelho, prevenção de crimes e outras incivilidades”.

No decurso da referida operação, foram detidos quatro cidadãos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal para conduzir, um cidadão por falsificação das matrículas do veículo que conduzia e um cidadão, por furto qualificado”, pode ler-se.

Em relação ao cidadão detido por furto qualificado, a PSP explicou que se tratou de um indivíduo reconhecido por elementos policiais devido a imagens anteriormente recolhidas, “na sequência de vários furtos em interior de viaturas que tinham ocorrido nos últimos dias junto às praias do concelho, pelo que o intercetaram de imediato”.

Consigo, trazia uma mochila com objetos furtados meia hora antes de uma viatura estacionada na zona de Belém, em Lisboa, avaliados pelo proprietário em 2.500 euros.

O mesmo cidadão foi “autor de mais dois furtos em interior de viatura e cinco crimes de burla informática, ocorridos nos últimos dias na zona de Paço de Arcos”, tendo sido hoje presente a primeiro interrogatório judicial, no Departamento de Investigação e Ação Penal de Oeiras, que lhe aplicou a prisão preventiva como medida de coação.

“Para além das detenções, no âmbito da operação policial, foram ainda identificados 50 cidadãos que se deslocavam para as praias, com vista a deteção da eventual posse de armas ou outros artigos ilícitos, sem que nada de ilícito tenha sido detetado”, disse.

Na valência de trânsito, foram levantados vários autos de notícia por contraordenação e cinco viaturas foram apreendidas, enquanto na valência de fiscalização foram também levantados seis autos de notícia, em três estabelecimentos comerciais.

“A Polícia de Segurança Pública tem vindo a desenvolver estas operações, inseridas no planeamento Verão Seguro, que visa incrementar a segurança da população nas suas férias, nas deslocações para as praias e zonas de lazer”, concluiu o comunicado.

/ RL