A urgência de pediatria do Hospital de Chaves está sem médico permanente durante a noite, entre as 20:00 e as 08:00, pelo menos desde o verão do ano passado, revelou hoje à Lusa uma associação de pais do concelho.

“Atualmente, a urgência de pediatria em Chaves funciona entre as 08:00 e 20:00 com um pediatra em permanência, e, a partir desta hora, o atendimento é feito por chamada telefónica ao médico para se deslocar ao hospital”, explicou um membro da direção da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins de Chaves, no distrito de Vila Real.

Segundo a mesma, existe uma “preocupação generalizada por uma situação que se regista há algum tempo”.

“Como pais de crianças que vivem no interior do país deixa-nos preocupados, mas felizmente ainda temos alguma segurança pois existem bons profissionais de enfermagem que estão atentos e tratam as crianças”, vincou.

Numa zona do país com a população envelhecida, é necessário melhorar os serviços de saúde, como a pediatria, para inverter a tendência e atrair casais jovens, acrescentou.

“Esta situação não dá segurança nenhuma aos pais e, sem dúvida, que são precisos mais profissionais a todos os níveis”, concluiu.

O Hospital de Chaves, integrado no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), sediado em Vila Real, serve, além deste concelho, os de Montalegre, Boticas e Valpaços.

A distância entre Chaves e a vila de Montalegre é de 39 quilómetros, enquanto para a cidade de Valpaços distam 29 quilómetros e para a vila de Boticas são 28 quilómetros.

Já entre Chaves e Vila Real é necessário percorrer 71 quilómetros.

Segundo dados do sítio na Internet do CHTMAD, a influência direta do Hospital de Chaves abrange cerca de 82.350 pessoas e 2.200 km quadrados.

A urgência pediátrica do Hospital de Chaves atende durante a noite, em média, cinco a seis crianças que são observadas por médicos de serviço que, “em caso de necessidade”, chamam o pediatra de prevenção, disse esta quinta-feira o hospital.

Em comunicado enviado às redações, o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) explicou que são atendidas "em média cerca de 30-40 crianças por dia" na urgência pediátrica do Hospital de Chaves, "das quais cinco-seis são atendidas entre as 20:00 e as 08:00".

A mesma nota refere que esta “é uma situação consonante com a realidade demográfica da região”.

O CHTMAD garante que a urgência pediátrica do Hospital de Chaves tem “médico permanente, em presença física”, entre as 08:00 e as 20:00 todos os dias e que, durante a noite, as crianças são observadas por médicos do serviço de urgência, existindo um pediatra de prevenção.

No período compreendido entre as 20:00 e as 08:00, as crianças são observadas por médicos do Serviço de Urgência que, em caso de necessidade, chamam o pediatra que está de prevenção que, de imediato, se desloca ao hospital. Desta forma, está garantido o atendimento a todas as crianças, 24 horas por dia, sete dias por semana”, pode ler-se

A urgência de pediatria do Hospital de Chaves está sem médico permanente durante a noite, entre as 20:00 e as 08:00, pelo menos desde o verão do ano passado, revelou hoje à Lusa uma associação de pais do concelho.

Atualmente, a urgência de pediatria em Chaves funciona entre as 08:00 e 20:00 com um pediatra em permanência, e, a partir desta hora, o atendimento é feito por chamada telefónica ao médico para se deslocar ao hospital”, explicou um membro da direção da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins de Chaves, no distrito de Vila Real.

 
/ AM