Um jovem de 20 anos foi detido em flagrante delito pela PSP da Amadora no momento em que tentava agredir a companheira. O episódio ocorreu no domingo à porta da esquadra da Reboleira. A vitima é uma mulher de 28 anos e deslocava-se à esquadra para apresentar queixa do agressor. 

A vítima foi perseguida pelo suspeito que, frente aos policias, agrediu a namorada. Os polícias intervieram e um deles acabou por ser ferido pelo agressor.

Uma fonte confirmou à TVI que a discussão entre casal ocorreu depois de ambos terem saído à noite, tendo o suspeito agredido a mulher em casa. A mesma testemunha garantiu que o agressor ficou violento depois de ter ingerido várias bebidas alcoólicas. 

Já dentro da esquadra, depois de ser detido, agrediu um polícia que teve de receber tratamento hospitalar. O suspeito foi enviado para os calabouços do comando da PSP, em Lisboa e foi presente a juiz, esta segunda-feira, para conhecer as medidas de coação. 

O juiz do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu colocar o suspeito em prisão preventiva.

A vítima contou aos agentes da PSP que tinha já sido vítima de ouras agressões, mas decidiu, na altura, não apresentar queixa por violência doméstica. Minutos depois ainda ponderou retirar queixa, mas acabou por não o fazer. 

Só este ano já morreram, em Portugal, nove mulheres vítimas de violência doméstica. Estes casos levaram já a organização de manifestações por todo o país.