Há novas suspeitas de casos de sarampo, desta vez em Braga e em Coimbra. 

O Hospital de Braga identificou este domingo um “caso provável de sarampo” de um dos seus colaboradores e informou que vai vacinar os profissionais da unidade de saúde.

Numa resposta enviada à Lusa, fonte oficial do hospital de Braga refere que o caso de sarampo “ainda não foi confirmado laboratorialmente”, mas que “foram tomadas medidas de contingência em coordenação com as autoridades de Saúde Pública, para aplicação de ações preventivas”, entre as quais “a vacinação de profissionais do hospital”.

Segundo a edição online do Expresso, a paciente com sarampo é uma médica anestesista, que regressou com sinais da doença, depois de uma deslocação profissional ao Algarve.

Também em Coimbra foi detetado um caso suspeito, este domingo. A TVI apurou que se trata de uma mulher, esperando-se agora os resultados das análises laboratoriais.

O último boletim informativo da Direção-Geral de Saúde, de sábado à noite, dava conta de 36 casos de sarampo confirmados num universo de 87 situações suspeitas, na Região Norte, sendo que a maioria estão ligados ao Hospital de Santo António, no Porto.

Dos 87 casos reportados, 36 foram confirmados laboratorialmente pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e 25 foram infirmados; os restantes 26 casos aguardam resultado laboratorial", segundo o comunicado que indica ainda que "todos os casos reportados são adultos, estando um internado em situação clínica estável".