A fotografia tornou-se viral em muito pouco tempo e é agora interpretada como um símbolo da resistência dos portugueses à pandemia causada pela Covid-19. Na imagem, é possível ver um homem e uma mulher, profissionais de saúde, frente a frente, com as cabeças encostadas, ele com as mãos no pescoço dela e ela a agarrar-lhe os braços.

Pelo facto de o retrato ter sido captado num corredor do hospital Curry Cabral em Lisboa, a primeira unidade de referência para receber infetados com o novo coronavírus na capital, e pelos dois estarem protegidos com uma máscara e um deles com uma viseira, presume-se que ambos sejam parte dos muitos médicos, enfermeiros e auxiliares que estão na linha da frente no combate à pandemia que já infetou 642 pessoas em Portugal.

A fotografia foi partilhada nas contas de Facebook e Instagram de Nuno Moreira, com um relato na primeira pessoa: "Paramos, respiramos, tomamos balanço e avançamos. Sem hesitações, sem medos, porque estamos TODOS juntos. Somos uma equipa, somos colegas, somos amigos. Continuemos, juntos, sem medos, 'I've got your back' - não tem tradução literal, mas diz tudo. Hoje, amanhã e para sempre". Deduz-se, por isso, que a imagem retrate Nuno Moreira, profissional de saúde, e uma colega de trabalho.

 

Paramos, respiramos, tomamos balanço e avançamos. Sem hesitações, sem medos, porque estamos TODOS juntos. Somos uma...

Publicado por Nuno Moreira em  Segunda-feira, 16 de março de 2020
Emanuel Monteiro