As autoridades de saúde da Madeira anunciaram hoje dois novos casos de Covid-19 na região, elevando para três o número de infetados pelo novo coronavírus no arquipélago.

"Temos dois casos com resultado preliminar positivo, conhecido no dia de hoje, e quatro casos aguardam resultado laboratorial", disse a vice-presidente do Instituto da Administração da Saúde (IASAÚDE) da Madeira, Bruna Gouveia, indicando que são "casos importados", com ligação ao Dubai e aos Países Baixos.

A responsável disse que os três doentes têm mais de 60 anos e "estão todos estáveis", permanecendo no internamento dedicado à Covid-19 no Hospital Central do Funchal.

Bruna Gouveia esclareceu, em conferência de imprensa, no Funchal, que o cidadão dos Países Baixos não tem ligação ao primeiro caso positivo registado na segunda-feira, também num cidadão daquele país, uma vez que se encontravam hospedados em hotéis diferentes.

Em relação ao caso com origem no Dubai, a vice-presidente do IASAÚDE explicou que se trata de uma cidadã portuguesa, que regressou no domingo à região e estava a cumprir a quarentena obrigatória decretada pelo Governo da Madeira.

Durante esta quarta-feira, foram validados mais nove casos suspeitos de infeção por novo coronavírus no arquipélago, todos com ligação epidemiológica a "várias áreas com transmissão ativa desta doença".

"Do total dos 39 casos suspeitos identificados até agora, 32 casos foram negativos", revelou.

Relativamente aos dois casos confirmados hoje com resultado preliminar positivo, a investigação epidemiológica permitiu já identificar cinco contactos, no concelho de Câmara de Lobos, zona oeste da Madeira.

"Em relação ao primeiro caso confirmado [na segunda-feira], a investigação epidemiológica permitiu identificar 97 contactos [sobretudo hóspedes e funcionários do hotel], que estão assinalados e cumprem o isolamento preventivo, no concelho do Funchal", referiu.

Bruna Gouveia indicou também que 288 pessoas estão em vigilância ativa, acompanhadas uma ou duas vezes por dia pelas autoridades de saúde de cada concelho.

Por outro lado, a Linha SRS24 Madeira (800 24 24 20) registou desde as 00:00 desta quarta-feira 169 chamadas, contribuindo para um total de 2.560 desde o início da atividade, em 03 de fevereiro.

Entretanto, as autoridades regionais estimam que na terça-feira terão saído cerca de 5.000 turistas da região, na sequência das medidas de contenção da Covid-19, calculando que ainda se encontram no arquipélago cerca de 3.000.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 84.000 recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se já por 170 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 642, mais 194 do que na terça-feira. O número de mortos no país subiu para dois.

/ AM