A taxa de vacinação completa contra a covid-19 no distrito de Bragança é superior à média nacional, com 19,3% da população com duas doses, enquanto no país o valor é de 13,5%, segundo dados oficiais.

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste divulgou esta terça-feira que 24.136 pessoas já têm a vacinação completa, o que corresponde a 19,3% dos pouco mais de 124 mil habitantes dos 12 concelhos do distrito de Bragança.

Já no que se refere a primeiras doses, a cobertura na região é inferior à média nacional, com 28,5% contra 31,3%, mas no global de doses administradas o distrito de Bragança acompanha o ritmo nacional com cerca de 47% da população com, pelo menos, uma dose da vacina contra a covid-19.

De acordo com os últimos dados divulgados pela ULS, já foram administradas 83.559 doses de vacinas no distrito de Bragança. Estes números incluem 35.287 pessoas com uma dose e 24.136 com as duas doses.

O distrito de Bragança registava no último boletim oficial, de segunda-feira, 35 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, a maioria dos quais (30) no concelho mais populoso, o de Bragança.

Os restantes casos dividiam-se por Macedo de Cavaleiros, com dois, e os concelhos de Vimioso, Carrazeda de Ansiães e Vila Flor, com um registo.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.381.042 mortos no mundo, resultantes de mais de 162,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.009 pessoas dos 842.381 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

. / JGR