O Infarmed já aprovou a compra do medicamento Zolgensma para Matilde e outra criança, confirmou a TVI. A autoridade nacional para o medicamento recebeu do Hospital de Santa Maria dois pedidos para a compra do medicamento para a atrofia espinhal muscular tipo I, que já foram autorizados. 

Após concedida pelo Infarmed a  Autorização de Utilização Especial do Zolgensma, este poderá ser agora adquirido e administrado pela unidade hospitalar,  sendo totalmente comparticipado pelo Estado.

bebé Matilde, que nasceu com atrofia espinhal muscular tipo I e tem estado internada no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, teve alta esta quinta-feira.

Numa mensagem na rede social Facebook, os pais da bebé, com três meses, referiam que a filha teria alta esta quinta-feira e agradeciam a "preocupação e carinho", admitindo que ainda não tinham novidades sobre o Zolgensma, mas que se mantinham atentos ao processo. 

Os pais de Matilde recolheram donativos num valor superior a dois milhões de euros, custo do medicamento Zolgensma, da empresa Avexis, que pertence à farmacêutica Novartis, depois de o caso da bebé ter sido divulgado.

O fármaco custa 1,9 milhões de euros e ainda só foi aprovado nos EUA, aguardando ainda a aprovação da Agência Europeia do Medicamento para ser comercializado na Europa.