Um incêndio que lavra em zona de mato de Carnide, Lisboa, obrigou a evacuar uma creche e a retirar moradores das casas nas imediações, confirmou à TVI fonte do Regimento de Sapadores Bombeiros da capital. As chamas deflagraram na Azinhaga do Serrado.

No local estão 57 operacionais, assistidos por 17 veículos. O fogo encontra-se já em fase de resolução, segundo a Proteção Civil.

Cerca de duas dezenas de pessoas terão sido retiradas de casa, adianta a agência Lusa. Pelo menos uma escola foi também evacuada. Uma casa devoluta já foi consumida pelas chamas.

Segundo a agência Lusa, os bombeiros, além de combaterem as chamas, estão também a projetar água para os edifícios habitacionais próximos, bem como para o Teatro de Carnide.

O incêndio decorre numa quinta onde, dizem os moradores, estão vários animais, como burros e cavalos. A TVI constatou no local que pelo menos um pombal está ameaçado pelas chamas, tendo os pombos sido libertados por um popular. 

Segundo informação no site da Proteção Civil, pelas 16:00 encontravam-se no local 57 operacionais, apoiados por 17 viaturas. 

O alerta foi dado as 14:30 desta quinta-feira. Ao início da tarde, e por o incêndio não estar controlado, os bombeiros não excluíam a hipótese de evacuar escolas e creches. 

A PSP também está no local, tendo traçado um perímetro de segurança junto à zona de combate às chamas. No local encontram-se também o presidente da Junta de Freguesia de Carnide, Fábio Sousa, e o vereador da Proteção Civil de Lisboa, Carlos Castro.