Várias armas e munições foram apreendidas na quarta-feira na sequência de buscas nos distritos de Lisboa e Setúbal e no âmbito da operação “TELUM” que visa o combate à venda destes artigos na Internet, segundo a PSP.

Em comunicado, a PSP adianta que o departamento de Armas e Explosivos da Direção Nacional realizou na quarta-feira uma operação que visou a recolha da prova material para o desenvolvimento de uma investigação criminal relacionada com a venda online de armas proibidas, que durou seis meses.

Na quarta-feira, foram executados 12 mandados de busca, três domiciliários e nove não domiciliários nos distritos de Lisboa e Setúbal.

Durante a operação foram apreendidas uma espingarda de calibre desconhecido, uma pistola de calibre 6,35 milímetros, seis munições de arma de fogo, calibre 6,35 milímetros, uma reprodução de arma de fogo, uma estrela de lançar e um pote de fumo.

Com base nas diligências realizadas, foram constituídos arguidos dois indivíduos, que ficaram sujeitos a termo de identidade e residência”, refere a PSP.

Segundo a PSP, o principal suspeito, constituído arguido, utilizava plataformas de venda na internet, tal como o OLX, publicando anúncios sobre vários artigos, incluindo armas proibidas.

Na sequência desta operação, a PSP lembra que a “venda, posse e utilização de armas de fogo, fora das condições legalmente previstas na lei nacional, bem como de outras armas/objetos considerados proibidos, são condutas ilegais, podendo ainda incorrer em responsabilidade criminal quem praticar este tipo de atos”.