Portugal regista esta terça-feira 214 novos casos de covid-19 e mais cinco vítimas mortais da doença, indica o relatório de situação da Direção-Geral da Saúde. No total, o país regista 54.448 casos de infeção por Covid-19 e 1784 óbitos.

No que diz respeito a casos ativos, são 12.728, mais 73 do que no dia anterior.

O relatório de situação divulgado esta terça-feira revela ainda que há mais 136 doentes recuperados, 39.936 no total. Em internamento estão 336 pessoas - número sem alteração em relação ao dia anterior -, 38 em cuidados intensivas, menos uma do que na segunda-feira.

Os cinco óbitos registados no boletim desta terça-feira foram todos na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Na região norte estão confirmados 19.572 casos de covid-19 desde o início da pandemia, 58 dos quais nas últimas 24 horas; a região centro contabiliza 4.603 casos confirmados (mais 12); o Alentejo regista 844 casos confirmados (mais oito), e o Algarve 983 casos (mais três).

Na região autónoma da Madeira contam-se 134 casos confirmados desde o início da pandemia (mais quatro nas últimas 24 horas) e nenhum óbito; já nos Açores foi registado mais um caso (187) e mantêm-se as 15 mortes.

Quanto aos óbitos registados, o Norte mantém-se como a região com o total de mortes mais elevado, com 840 registos, o centro tem 253 mortes, a região de Lisboa e Vale do Tejo tem 637, o Alentejo 22 e o Algarve 17 mortos.

Portugal continua sem registo de mortes abaixo dos 20 anos e a faixa etária acima dos 80 anos continua a ser a mais atingida pela mortalidade por covid-19.

Quanto a casos confirmados, distribuem-se por todas as faixas etárias, sendo as idades até aos nove anos as menos afetadas por infeções.

O novo modelo do boletim da DGS, que entrou em vigor na segunda-feira, deixou de fornecer números exatos sobre a distribuição demográfica de casos, mas numa nota enviada às redações esses dados são discriminados.

Segundo a DGS, a faixa etária entre os 40 e os 49 anos continua a ser a mais afetada, contabilizando-se um total de 8.988, seguida da faixa etária entre os 30 e 39 anos, com 8.909 casos.

 Nos 214 novos casos registados nas últimas 24 horas, 97 são homens e 117 são mulheres.

Os dados indicam ainda que, do total das vítimas mortais, 896 são homens e 888 são mulheres (mais cinco).

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se entre as pessoas com mais de 80 anos, com 1.193 óbitos registados desde o início da pandemia, seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (348), entre 60 e 69 anos (346) e entre 50 e 59 anos (57).      

As autoridades de saúde têm sob vigilância 35.107 pessoas (menos 461 do que na véspera). 

Açores com um novo caso e quatro recuperações

As 1.203 análises realizadas nas últimas 24 horas nos Açores revelaram um novo caso de covid-19, na ilha Terceira, e ainda quatro recuperações, todas na ilha de São Miguel, informou esta terça-feira a Autoridade de Saúde Regional.

O caso positivo diagnosticado na ilha Terceira foi detetado no teste de despiste realizado na chegada à região e diz respeito a um homem de 51 anos, “não residente, que desembarcou na Região Autónoma dos Açores a 17 de agosto, proveniente de ligação aérea com o território continental”, adianta o comunicado.

“O mesmo apresenta situação clínica estável e foram já diligenciadas, pela Delegação de Saúde Concelhia, os procedimentos definidos para caso confirmado, testagem e vigilância de contactos próximos”, esclareceu a Autoridade de Saúde Regional.

Foram, ainda, registadas quatro recuperações, todas em São Miguel, que correspondem a três homens com idades entre os 30 e os 56 anos e uma mulher com 25 anos.

Desde o início do surto na região, foram registados 196 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, verificando-se 150 recuperações e 16 mortes.

Atualmente, mantêm-se 19 casos positivos ativos de covid-19 nos Açores, sendo 17 em São Miguel e dois na ilha Terceira.

Bárbara Cruz / Com Lusa