Um incêndio numa sala de computadores do bloco operatório do IPO do Porto obrigou esta quinta-feira à evacuação da enfermaria do piso 4, tendo os doentes ali internados sido deslocados para “outras enfermarias e vãos de pisos”.

Em declarações à Lusa, o chefe de serviço dos Bombeiros Sapadores do Porto disse que o alerta foi dado cerca das 06:00 e que quando chegaram ao local já se depararam com muito fumo no piso 4.

Depois do reconhecimento, percebemos que a sala de computadores do bloco operatório já estava tomada pelo fogo”, disse.

Segundo o mesmo responsável, ninguém sofreu ferimentos, porque os doentes já tinham sido todos retirados.

O incêndio foi extinto cerca das 07:30.

Entretanto, o presidente do Conselho de administração do IPO disse que o incêndio que deflagrou na sala de controlo de braquiterapia terá sido provocado por um curto-circuito num equipamento.

Laranja Pontes afirmou que “neste momento procede-se à limpeza do local”, prevendo que “na próxima segunda-feira se possam reiniciar os tratamentos naquela sala”.

Os equipamentos danificados serão substituídos num prazo que não deverá ultrapassar os 15 dias, segundo o presidente do IPO-Porto.

Os doentes nunca estiveram em perigo. Estavam na enfermaria do piso 4 para fazer tratamento de braquiterapia, mas são autónomos”, afirmou, considerando que “felizmente, foi mais fumo do que fogo”.