A GNR deteve dois homens por tráfico de estupefacientes e apreendeu sete estufas para cultivo de canábis que se encontravam no interior de uma habitação em Águeda, no distrito de Aveiro, informou esta sexta-feira aquela força militar.

Em comunicado, a GNR refere que os suspeitos, de 21 e 26 anos, foram detidos na quinta-feira, na sequência de uma investigação que decorria há cerca de três meses.

Segundo a GNR, foram realizadas três buscas domiciliárias e uma em veículo, que culminaram na apreensão de nove plantas de canábis, 242 doses de haxixe, 11 doses de liamba e sete estufas para cultivo de canábis.

Foram ainda apreendidas uma pistola de 'airsoft',  um motociclo, uma balança digital, três facas de cozinha utilizadas no corte do produto estupefaciente, 29 frascos de fertilizante, dois aparelhos de medição de PH, uma caixa em madeira para secagem de liamba, uma prensa elétrica para extração do óleo de canábis, um desumidificador, uma plataforma com sistema de rega, vários equipamentos elétricos e 1.268 euros em dinheiro.

A GNR refere ainda que os detidos foram presentes esta sexta-feira ao Tribunal Judicial de Águeda, tendo ficado sujeitos à medida de coação de apresentações diárias no posto policial da área de residência.

Durante a ação foram ainda constituídos arguidos dois homens de 54 e 66 anos por tráfico de estupefacientes.

A operação contou com o reforço da Secção de Informações e Investigação Criminal  (SIIC) e do Posto Territorial de Arrancada do Vouga.

/ HCL