A PSP deteve três homens e uma mulher em flagrante delito na quarta-feira, no bairro da Mouraria, em Lisboa, por se dedicarem à venda de cocaína e heroína, tendo-lhes sido apreendidos 1.300 euros, foi anunciado esta sexta-feira.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) avança que o grupo, com idades compreendidas entre os 21 e os 26 anos, trabalhava de forma organizada e fazia do tráfico de droga “a sua única fonte de rendimento”.

De acordo com o Cometlis, os suspeitos da prática do crime de tráfico de estupefacientes atuavam na modalidade da venda direta ao consumidor.

Em clara cooperação e divisão de funções, os suspeitos vinham atuando no interior da Mouraria com grande astúcia”, pode ler-se em comunicado.

Esta detenção, segundo a PSP, acontece depois de duas ações policiais, ocorridas em 17 de fevereiro e 03 de março, das quais resultaram na detenção de 15 pessoas e e na apreensão de muita droga.

Além da apreensão do dinheiro, as forças policiais ainda confiscaram 170 doses diárias de heroína, 20 doses diárias de 'ecstasy', 30 doses diárias de haxixe e material utilizado para o acondicionamento e embalamento de estupefaciente.

Com antecedentes criminais pelo tráfico de droga, os detidos foram na quinta-feira presentes a primeiro interrogatório, sendo decretada a medida de coação de apresentações diárias à suspeita, apresentações semanais a dois e termo de identidade e residência ao outro homem.

/ HCL