Os membros do executivo da Câmara Municipal da Trofa, distrito do Porto, estão desde domingo em isolamento profilático preventivo, depois de terem estado em contacto com um colaborador da autarquia que testou positivo ao novo coronavirus, responsável pela pandemia de covid-19.

De acordo com um comunicado da câmara da Trofa, a decisão foi tomada pelo delegado de saúde do concelho, que continuará a acompanhar a situação, e "tomou todas as medidas que considerou necessárias e adequadas".

A gestão da Câmara Municipal da Trofa será efetuada, durante este período de isolamento, de forma não presencial, de acordo com a legislação em vigor, indica ainda o comunicado.

Na mesma nota, a autarquia apela a que todos os habitantes "continuem a respeitar as medidas de proteção aconselhadas pela Direção-Geral da Saúde".

Esta segunda-feira está previsto ter início, em Vila Nova de Gaia, o julgamento de um vereador da Câmara Municipal da Trofa acusado de alegado desvio de verbas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.181 pessoas dos 99.911 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes

. / HCL