Uma operação pan-europeia envolvendo diversos países, incluindo Portugal, levou à detenção de 48 pessoas e ao desmantelamento de seis grupos organizados envolvidos no tráfico de medicamentos contrafeitos.

Segundo uma nota da Europol, a operação foi liderada pela alfândega finlandesa e pelo departamento central contra crimes ambientais e de saúde pública da polícia francesa (Gendarmerie Nationale) e envolveu autoridades de 11 estados-membros da UE, Bósnia Herzegovina e Ucrânia, assim como a Agência Antidrogas dos Estados Unidos e Organismo Europeu de Luta Antifraude (OLAF).

A operação decorreu entre 15 e 18 de outubro de 2019, mas os resultados só agora foram divulgados “por razões operacionais”, adianta-a Europol.

As ações levadas a cabo resultaram no desmantelamento de seis grupos de crime organizado, 112 buscas domiciliárias, a detenção de 48 suspeitos em França, Espanha, Portugal, Chipre, Finlândia, Hungria e Reino Unido.

Foram igualmente apreendidos 34,5 milhões de unidades de medicamentos e produtos dopantes e outras substâncias como anti-histamínicos, ansiolíticos, medicamentos para disfunção erétil, reguladores hormonais e metabólicos, narcóticos, analgésicos, anti-estrogênios, antivirais e hipnóticos, com um valor estimado de 2,6 milhões de euros.

/ AM