Um guarda prisional do estabelecimento de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, nos Açores, testou positivo à covid-19, confirmou o diretor regional da Saúde.

Berto Cabral explicou que o guarda prisional em causa foi um contacto próximo de "uma técnica de saúde do estabelecimento prisional de Ponta Delgada que na semana passada testou positivo".

Na sequência da identificação dos contactos próximos de alto e baixo risco desta técnica de saúde, que tinha estado no estabelecimento prisional de Ponta Delgada na passada semana, e que testou positivo, ontem [sábado] um guarda prisional deu positivo", referiu ainda.

Ainda segundo o diretor regional da Saúde, "decorrente da investigação epidemiológica que é feita habitualmente sempre que é identificado um novo caso positivo", constatou-se que o guarda prisional se tinha "deslocado à ilha Terceira no dia 17" para "levar um recluso".

O guarda prisional tinha realizado, no dia 16 de março, teste antes de viajar para a ilha Terceira e este teste deu negativo. Veio trazer o recluso à Terceira e agora como houve contactos com outros guardas foi feita também esta investigação e já estão três pessoas em isolamento profilático determinado pela delegação de saúde de Angra do Heroísmo", referiu ainda Berto Cabral.

O diretor regional da Saúde avançou ainda que "já estão em isolamento profilático três funcionários do estabelecimento prisional de Angra do Heroísmo" e serão posteriormente testados.

Além disso, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, "foram também identificados seis contactos próximos do guarda prisional" que testou positivo, "entre funcionários e reclusos, e que já estão em isolamento profilático para realizarem posteriormente um teste”.

Berto Cabral adiantou ainda que "depois de detetado o caso positivo da técnica de saúde que se deslocou à cadeia de Ponta Delgada já foram realizados um total de 54 testes" no estabelecimento prisional e até à data "apenas o guarda prisional testou positivo no sábado".

Os Açores registam atualmente 129 casos positivos ativos, todos na ilha de São Miguel, sendo 22 no concelho da Lagoa, um no Nordeste, 66 em Ponta Delgada, dois na Povoação, um em Vila Franca do Campo e 37 na Ribeira Grande.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados nos Açores 4.058 casos positivos de covid-19, tendo recuperado da doença 3.792 pessoas e morrido 29, enquanto foram extintas 199 cadeias de transmissão local.

/ CM