A ASAE está sem reagentes para fazer análises laboratoriais e tem câmaras frigoríficas avariadas.

Depois da operação em Beja, na sequência de uma intoxicação alimentar significativa, a ASAE apreendeu vários bens alimentares e colheu amostras para perceber o que originou a contaminação.

O problema é que os laboratórios da Autoridade de Segurança Alimentar não dispõem de reagentes para as análises e terá de ser agora o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge a fazer os exames.

"É recorrente esta situaação de nos laboratórios não haver reagentes para a realização dos exames. Nos dois últimos anos, é pelo menos a terceira vez que acontece", disse à TVI Cristiano Santos, da associação sindical dos funcionários da ASAE.

O sindicato dos funcionários da ASAE vai mais longe: diz que só trabalham das 9h00 às 17h00, durante os dias de semana, e que até chove em alguns edifícios.

O sindicato diz que estas são consequências da redução orçamental que, de ano para ano, limitam a capacidade operacional da polícia.

A TVI questionou a ASAE e solicitou uma entrevista ao secretário de Estado do Comércio e Consumidor, João Torres, mas não obteve resposta em tempo útil.

Luís Varela de Almeida