O testes à covid-19 vendidos nas farmácias aderentes, no âmbito do Plano Municipal de Testagem de Lisboa, passam a ser ilimitados e a estar disponíveis a todos os cidadãos independentemente de serem ou não residentes em Lisboa.

O Plano Municipal de Testagem de Lisboa COVID 19, a funcionar em 110 farmácias aderentes, deixou de estar limitado a dois testes mensais por morador na cidade de Lisboa, passando a oferecer um número de testes ilimitados, independentemente de ser ou não residente em Lisboa", lê-se no comunicado. 

Segundo a Câmara Municipal de Lisboa (CML), o número de testes efetuados, nas farmácias e postos móveis mais do que duplicaram na última semana, "passando de uma média diária de 1000 testes para mais de 3500 testes/dia, nos dias 17 e 18 de junho". 

Desde que o programa começou, a 31 de março, já foram realizadas nas 110 farmácias aderentes mais de de 60 mil testes gratuitos a moradores de Lisboa. 

A CML revelou ainda que os pontos móveis de testagem, que são atualmente 17, também vão ser reforçados ainda esta semana, assim como a regularidade nos pontos de maior procura.

Equipas dos serviços de proteção civil municipal de Lisboa estarão presentes a partir de hoje, segunda-feira, nas principais artérias comerciais a sensibilizar, porta a porta, o comércio local e restauração para a necessidade de testar os seus funcionários", acrescenta o documento.

A lista de farmácias aderentes ao programa pode ser consultada em https://www.lisboa.pt/lisboaprotege/saude e os testes devem ser agendados pelos munícipes telefonicamente.

A região de Lisboa e Vale do Tejo tem registado os maiores números de infeção por covid-19. No domingo, registou 641 dos 941 novos casos.

Em Portugal, morreram 17.065 pessoas dos 865.050 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Cláudia Évora / com Lusa - Notícia atualizada às 12:30