A GNR desmantelou, terça-feira, no concelho de Loures, distrito de Lisboa, um espaço ao ar livre que funcionava para abate ilegal de animais para consumo humano.

A descoberta deste espaço, na localidade de São Julião do Tojal, foi feita na sequência de uma denúncia e, ao chegarem ao local, os militares encontraram cerca de meia centena de pessoas a proceder ao abate de animais, predominantemente de raça caprina.

Os militares apuraram que haviam já sido abatidos mais de 30 animais, sendo que, no local de abate, não existiam condições sanitárias, nem se encontravam a ser respeitadas as normas de abate de animais, principalmente no que diz respeito ao bem-estar animal”, descreve a GNR, em comunicado divulgado nesta quarta-feira.

A GNR acrescenta, ainda, que foi contactado o Gabinete Médico Veterinário Municipal de Loures para proceder ao “correto tratamento e encaminhamento” dos restos mortais dos animais.

Já o responsável pelo abate foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Loures.

Agência Lusa / CM