A PJ deteve um homem no aeroporto de Lisboa que transportava no interior do organismo várias dezenas de cápsulas, com capacidade para mais de 22 mil doses de heroína, anunciou hoje a Polícia Judiciária.

Em comunicado, a PJ adianta que, através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, deteve, no aeroporto de Lisboa, um homem pela presumível autoria de um crime de tráfico de droga.

Segundo a PJ, o homem, de 21 anos, tinha chegado a Portugal num voo proveniente de um país africano e transportava, no interior do organismo, várias dezenas de cápsulas de heroína, que, caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, poderia ser repartida pelo menos por 22.080 doses individuais.

A PJ adianta que o detido foi internado numa unidade hospitalar de Lisboa para acompanhamento médico do processo de expulsão das cápsulas com a droga, sendo que parte delas acabariam por ter de ser retiradas com recurso a intervenção cirúrgica.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial e ficou em prisão preventiva.

SEF deteve correio de droga com 20 cápsulas de cocaína

Também o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve um homem no aeroporto de Lisboa que transportava no organismo 20 cápsulas de cocaína, indicou hoje aquele serviço de segurança.

Em comunicado, adianta que o homem foi detido por indícios do crime de tráfico de droga.

Segundo o SEF, o homem, de 23 anos, foi inicialmente instalado no Centro de Instalação Temporária do SEF depois de ter sido recusada a entrada no país, num voo proveniente do Brasil.

Posteriormente o detido confessou que transportava no organismo 20 cápsulas de droga, que as autoridades presumem tratar-se de cocaína.

O SEF entregou o homem às autoridades competentes para demais procedimentos.

/ (Atualizada às 18:32) ALM com Lusa