A Câmara de Coimbra pediu hoje a intervenção da PSP depois de ter tido conhecimento de um aglomerado de pessoas na Mata Nacional do Choupal e apelou à população para se recolher face à pandemia de Covid-19.

"Tendo chegado ao conhecimento da Câmara Municipal de Coimbra de um grande aglomerado de pessoas na Mata Nacional do Choupal, informa-se que o presidente da Câmara solicitou a intervenção das autoridades policiais, tendo em consideração as regras determinadas pelo Estado de Emergência que foi decretado", informou a autarquia, na sua página de Facebook.

Segundo fonte oficial do município, a autarquia tomou conhecimento da situação durante a tarde, através das redes sociais e de alguns contactos diretos, tendo chamado a PSP para "dar cumprimento às regras do Estado de Emergência".

A Mata Nacional do Choupal, sob gestão do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, é um dos locais favoritos dos habitantes de Coimbra para correr e passear, especialmente ao domingo.

De acordo com a mesma fonte, o município espera que as pessoas respeitem as regras e diz também que "deve existir algum tipo de fiscalização e sensibilização nestes locais".

Para além desta situação, a Câmara de Coimbra pediu também hoje a intervenção da Polícia Municipal para dispersar as autocaravanas que estão estacionadas no Parque Verde do Mondego, referiu.

Na comunicação deixada no Facebook, a autarquia apela à população para que respeite as recomendações das autoridades de saúde e que se reserve "ao recolhimento domiciliário sempre que possível".

Em Portugal, há 14 mortes e 1.600 infeções confirmadas.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou na terça-feira o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

/ AM