A Madeira tem nove casos confirmados de covid-19, mais um do que no sábado, informou hoje o Instituto de Administração da Saúde da região autónoma (IASAÚDE), indicando que os doentes se encontram estáveis.

"Os casos confirmados são três doentes do género masculino e seis doentes do género feminino", disse a vice-presidente do IASAÚDE, Bruna Gouveia, em videoconferência, no Funchal, referindo que têm idades compreendidas entre os 60 e os 79 anos.

Quatro doentes são cidadãos dos Países Baixos e cinco são portugueses residentes na Madeira.

Todos os casos têm ligação epidemiológica a áreas com transmissão ativa da covid-19, nomeadamente Países Baixo, Emirados Árabes Unidos (Dubai), Reino Unido e região de Lisboa e Vale do Tejo.

Do total de doentes, oito estão internados na unidade dedicada à covid-19, no Hospital Central do Funchal, e um permanecerá em isolamento no seu domicílio a partir de hoje.

Bruna Gouveia informou que há também um outro caso suspeito que aguarda resultados laboratoriais.

429 pessoas estão em vigilância ativa na Região Autónoma da Madeira, entre as quais 147 tiveram contacto com os casos confirmados ou com regiões de transmissão ativa da doença, incluindo 19 profissionais de saúde.

Por outro lado, 1.409 pessoas estão em vigilância passiva.

As autoridades de saúde da Madeira já assinalaram 69 casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus desde o dia 29 de fevereiro, dos quais 59 foram negativos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 324 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 14.396 morreram.

Em Portugal, há 14 mortes e 1.600 infeções confirmadas.

O país encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

/ AM