Portugal pediu ajuda a Espanha para combater o incêndio que lavra em Vila de Rei e Mação, que lavra desde a tarde de sábado.

De acordo com comunicado do Ministério da Administração Interna, "Portugal solicitou assistência bilateral a Espanha no quadro do Protocolo entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha sobre Cooperação Técnica e Assistência Mútua em matéria de Proteção Civil".

Neste sentido, e segundo o Governo, Espanha disponibilizou "de imediato" dois aviões pesados anfíbios, que deverão participar no combate às chamas no incêndio de Vila de Rei "já esta tarde".

Vários incêndios deflagraram no distrito de Castelo Branco ao início da tarde de sábado. Dois com origem na Sertã e um em Vila de Rei assumiram maiores dimensões, tendo este último alastrado, ainda no sábado, ao concelho de Mação, distrito de Santarém.

Na sequência deste último incêndio, do qual resultaram já 16 feridos, um dos quais em estado grave, foi acionado o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil de Vila de Rei.

No terreno, às 20:00, estão mais de 1.000 operacionais, apoiados por 321 viaturas. Chegaram a participar no combate às chamas 16 meios aéreos, ao que tudo indica já com os dois aviões enviados por Espanha.