O autoagendamento da vacina para a covid-19 já foi alargado aos maiores de 35 anos. Pode iniciar o processo através deste link.

Este processo de auto-agendamento permite que os cidadãos seleccionem o local e a data em que pretendem ser vacinados, recebendo depois uma mensagem SMS com a confirmação do dia, da hora e do centro de vacinação. A confirmação do agendamento implica que seja enviada resposta ao SMS.

Na sequência da fase 2 do plano de vacinação e de uma maior disponibilidade de vacinas em Portugal, o portal para marcações entrou em funcionamento em 23 de Abril, ficando agora aberto às pessoas a partir dos 35 anos, depois de ter sido disponibilizado para utentes com 65, 60, 55, 50, 45, 43, 40 e, mais recentemente, de 37 anos.

De acordo com a task-force, a ideia é que, até 4 de julho, o país começa a vacinar as pessoas com mais de 18 anos.

A nossa estimativa é começarmos a vacinar as pessoas acima dos 20 anos no dia 4 de julho. Estamos a dia 23, portanto, estamos a falar daqui a 15 dias. Quando digo 20 anos, é dos 18 para cima, não vamos deixar os 18 anos fora dos 20 anos. Portanto, desde os 18 até aos 30 anos", avançou Gouveia e Melo durante uma audição na Comissão de Saúde, no Parlamento.

O vice-almirante explicou que o objetivo sempre foi dar prioridade às faixas etárias mais vulneráveis e ir "descendo" de forma uniforme em todas as regiões do país. Ressalvou, no entanto, que "estamos a vacinar no máximo da nossa capacidade" e que o processo só não é acelerado pelo stock limitado de vacinas.

Como forma de exemplo, disse que em julho Portugal vai receber 164 mil vacinas da Johnson & Johnson, quando estavam previstas 800 mil.