Um casal sofreu esta segunda-feira uma intoxicação por monóxido de carbono na localidade de Freches, no concelho de Trancoso, e foi transportado para o serviço de urgências do Hospital da Guarda, segundo fontes da proteção civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda disse à agência Lusa que o homem, com 67 anos, sofreu ferimentos graves e a mulher, com 45 anos, registou ferimentos considerados ligeiros.

O alerta para a ocorrência foi dado pelas 14:12.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Trancoso, João Paixão, a intoxicação do casal foi causada "por uma braseira com carvão que estava a servir de aquecimento no quarto" da habitação onde o casal reside.

João Paixão indicou à Lusa que foi o primeiro caso de intoxicação por monóxido de carbono registado este ano no concelho de Trancoso, "porque não tem havido muito frio".

O responsável também alerta que as pessoas devem ter muito cuidado com a utilização de braseiras, lareiras e equipamentos de queima que consomem o oxigénio e libertam monóxido de carbono.

O carvão é das coisas piores para aquecer recintos fechados", rematou.

Estiveram no local do acidente sete elementos dos Bombeiros Voluntários de Trancoso e da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Guarda, indicou o CDOS.