A Polícia Judiciária já está a investigar o jovem que assumiu, durante um direto nas redes sociais, ter violado uma rapariga, apurou a TVI.

A PSP apreendeu o telemóvel do alegado suspeito e o caso passou, entretanto, para a alçada da PJ, que tem competência para investigar crimes de natureza sexual.

A Polícia Judiciária do Porto está a apurar, neste momento, a veracidade do crime.

As imagens da alegada confissão começaram a circular nas redes sociais na terça-feira, naquela que era uma gravação de parte de um direto no Instagram, promovido pelo humorista Fábio Alves.

No vídeo, o alegado suspeito assumiu que violou uma rapariga, que identifica, dizendo o seu nome, acrescentando que, "depois, o INEM foi buscá-la".

O comando da PSP de Viseu confirmou à TVI que teve conhecimento do vídeo e que, de imediato, procederam à identificação do suspeito.

A PSP de Viseu adiantou, ainda, que "não há registo de denúncias de violações recentes"