Três homens foram detidos na cidade de Coimbra pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de tráfico de droga, tendo dois deles ficado em prisão preventiva, anunciou esta sexta-feira a Diretoria do Centro.

As detenções foram materializadas no âmbito de uma investigação que visava combater o tráfico de estupefacientes em locais onde afluem grande quantidade de toxicodependentes com a finalidade de adquirirem drogas duras, designadamente "crack" (cocaína solidificada em cristais) e heroína", explica a PJ, em comunicado.

Dois dos suspeitos, um residente na cidade do Porto e outro em Coimbra, foram surpreendidos "quando se preparavam para transacionar 329 doses individuais de ‘crack’ e 105 de heroína".

A PJ adiantou que o terceiro, que teria como missão atestar a qualidade dos estupefacientes, proceder à sua guarda e distribuição a outros revendedores e a toxicodependentes, "foi abordado na baixa da cidade [de Coimbra] e posteriormente detido".

De acordo com o comunicado, os investigadores apreenderam 2.500 euros em numerário, uma viatura de gama média e equipamento informático, "que se suspeita possa ser proveniente de outros ilícitos contra o património e recebido em troca de estupefacientes".

Os detidos, com 48, 42 e 44 anos, foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado, os dois primeiros, em prisão preventiva, e o terceiro obrigado a apresentar-se três vezes por semana às autoridades.