Cafés, restaurantes e equipamentos para crianças fecharam e o mercado não se realiza em Vimieiro, concelho de Arraiolos (Évora), por precaução, depois de oito pessoas terem testado positivo para a Covid-19, disse esta sexta-feira a presidente do município.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara de Arraiolos, Sílvia Pinto, indicou que, até quinta-feira, foram "identificados oito casos positivos" de Covid-19 em pessoas da "mesma família", residentes na vila de Vimieiro.

A Saúde Pública "está a fazer o levantamento e o rastreio às pessoas que contactaram" com os casos positivos para "identificar possíveis contágios que possam ter ocorrido", adiantou a autarca.

Questionada pela Lusa, Sílvia Pinto disse não ter dados sobre o número de pessoas desta vila que já fizeram ou vão fazer o teste à Covid-19 e que estão em isolamento profilático.

Sabemos que há muitas pessoas que estão identificadas como possíveis contactos de quem testou positivo", assinalou, indicando que algumas dessas pessoas são "funcionários e proprietários" de três cafés e restaurantes da vila.

Estes estabelecimentos, referiu a presidente do município, "entretanto fecharam", porque a Saúde Pública lhes pediu que "ficassem em isolamento profilático".

Segundo a autarca, das oito pessoas que testaram positivo para a Covid-19, "duas estão hospitalizadas" no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

Sílvia Pinto realçou que a Santa Casa da Misericórdia de Vimieiro decidiu fechar, como medida de precaução, a creche, jardim de infância e o centro de atividades de tempos livres.

Pelo mesmo motivo, a câmara municipal também não vai realizar o mercado mensal, que estava marcado para sábado, naquela vila.

A Lusa contactou a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo sobre os casos de Covid-19 em Vimieiro, mas o organismo limitou-se a responder que a situação está "em investigação".