“Verifica-se agora, pelos anúncios publicados, que os contratos têm a duração do ano letivo, ou seja, de nove meses. Com isto, estamos confrontados com o agravamento da sazonalidade no setor”, lê-se no documento.




Redação / AM