A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve 43 pessoas no sábado, na operação em torno da final da Taça de Portugal, em que o Sporting venceu o FC Porto.

Segundo a subcomissária da PSP Ana Carvalho, 35 dos detidos tinham na sua posse artefactos pirotécnicos.

Além destes, houve um detido por invasão do recinto desportivo, um por posse de estupefacientes, um por situação de especulação, quatro por injúrias a agentes da autoridade e ainda outro por viciação de tacógrafo.

A PSP esclareceu que muitas das detenções ocorreram antes no início da partida.